quarta-feira, 4 de setembro de 2013

segunda-feira, 2 de setembro de 2013

Setembro

O mês dos recomeços. E este ano isso é tão evidente. Muito coisa a mudar. Eu também. Let's do it!


terça-feira, 27 de agosto de 2013

segunda-feira, 26 de agosto de 2013

Breath

As férias em Portugal já acabaram há muito. Eu é que andei sem vontade de escrever. Como de costume, as férias souberam a pouco e não deram para nada. Fiz 1/3 do que queria fazer. Estive com 1/10 das pessoas com quem queria estar. E voltei a sentir-me puxada em mil direcções, sem controlo sobre nada. Foi deixar correr. E tentar ser o melhor possível. Desiludir o mínimo de pessoas possível.
Depois, a chegada a Maputo. Novas possibilidades no horizonte. A vida a dar as suas voltas imprevisíveis. Algumas desilusões das grandes. E acima de tudo a esperança. De que tudo volte a entrar nos eixos. De que as coisas corram bem. Porque o querer tem muita força. E o acreditar também. 

quarta-feira, 17 de julho de 2013

Going home <3

Hoje é dia de apanhar um avião e ir para casa. Desta vez, foi muito tempo longe. 7 meses. Não quero pôr as expectativas muito altas, para não me desiludir. Mas tem tudo para ser bestial, certo? Ter direito a uma francesinha. A beijinhos e abracinhos de todos. A dois casamentos de amigos queridos. A verão. A fazer ski. A apanhar muito sol. A ver os meus cães. E a passear por aquelas ruas. Tenho saudades de casa. Tantas, tantas.

sexta-feira, 12 de julho de 2013

A média dos exames de português

É de oito vírgula nove valores. E eu não acho possível. A sério que não acho. É tãaaaao grave que eu nem me consigo exprimir o que vai na alma. É que para esta miséria ser a média, deve haver exames vergonhosos. Eu sou a favor de exames de português bem difíceis. Com critérios apertados. E sou a favor de que quem não tiver positiva a português, não possa entrar na faculdade. Tive muitos colegas de universidade que não sabiam escrever. Nem expressar-se convenientemente, já agora. Tive situações em que a capa do trabalho que entregavam tinha erros. E eu só pensava que, se eu fosse a professora, os chumbava directo. Porque eram erros graves. E porque acho do além que isso aconteça.
Estou envergonhada com esta situação. E com medo também. Estas pessoas vão ser os médicos, professores e advogados dos meus filhos. Pois.

quarta-feira, 10 de julho de 2013

O iphone

O diogo agora também tem iphone. E também já está rendido. A verdade é que não conheço uma única pessoa que tendo tido iphone e outro telefone qualquer, prefira o outro. Também é verdade que passo/passamos mais tempo do que é suposto agarrada/agarrados ao telefone. Também é verdade que na era a.i. (antes do iphone) eu era toda pro blackberry. E tinha imensas teorias bestiais acerca do mesmo. Teorias essas deitadas por terra nos segundos seguintes a ter o iphone nas mãos (meu deus, o blackberry é tãaaaao lento). Há uma única que continua a prevalecer. Que é caro demais (para mim, pelo menos...)! Nunca podia ter tido um iphone senão mo tivessem dado (obrigada, pai). E o diogo também o teve pela empresa. Agora que isto é muito mais que um telefone, confirma-se. Que é uma máquina fotográfica bestial, também. Que é um brinquedo como nenhum outro, sim! Que ajuda muito no trabalho e no dia-a-dia, oh yeah. Tirando o facto da bateria ser uma valente porcaria, ainda não lhe encontrei mais nenhum defeito. De tooooodas as pessoas neste mundo, eu devia ser das mais improváveis apple-geek. Mas, as verdades têm de ser admitidas. Estou rendida ao apple world. Totalmente!

terça-feira, 9 de julho de 2013

Livros e séries

Nenhum livro me anda a prender. Nenhuma série me anda a entusiasmar. E agora?! Entretenho-me como?! Vou só ali ver se dá alguma coisa de jeito na televisão (not!)... 

domingo, 7 de julho de 2013

Home spa

Ele pisgou-se com os amigos às 6h30 (?). Para irem surfar. Bom para eles! Eu dormi mais um bocado e agora vou fazer o meu spa caseiro. Adoro. Vou tratar de mim. Até já!

sábado, 6 de julho de 2013

sexta-feira, 5 de julho de 2013

Good morning world!

Acordar cheiinha de sono. E depois lembrar-me que é sexta-feira. E pesar-me e a balança cooperar. Um pequeno almoço com um batido tãaaao bom. It's got to be a good day!

quinta-feira, 4 de julho de 2013

A precisar de férias

Tanto, tanto! Ando a arrastar-me de reunião em reunião. De email, em email. De projecto, em projecto. Excepção feita à despedida de solteira da Mattie (onde fiz questão de me mover a café e gin). E que divertida que foi a despedida. Já não me divertia assim há muito tempo. Fugimos para o meio da Suazilândia. Para um sítio super isolado. E mesmo assim fizemos a festa! Super fun! Mas agora já só penso em ter verão outra vez. E mergulhar no nosso mar gelado. E comer um magnum. Ter dia até tarde. E jantares que se prolongam ainda mais que o dia. E isso está tãaaaaao quase.

sexta-feira, 21 de junho de 2013

Soooooo tired

Tive de fazer um esforço hercúleo para me erguer do sofá para vir para um jantar de anos. Chegada lá sei que vou arrebitar, mas, neste exacto momento, estou a sonhar tanto com a minha cama. 

quinta-feira, 20 de junho de 2013

Justificaçãozinha

Acho que nunca tinha ficado tanto tempo sem escrever no blogue. E isto, tem uma razão. Cansaço! Fiquei doente e ressenti-me muito disso. Fiquei fraca. E quando estava a recuperar tive uma recaída que ainda me deitou mais abaixo. Juntar isso a umas semanas de trabalho intenso, foi a desculpa perfeita para me "distrair" do blogue, de fazer exercício e de mil outras coisas. Mas agora chega disso! I am back.

sexta-feira, 7 de junho de 2013

Das amigas

Odeio falhar com as minhas amigas. Fico sempre a sentir-me péssima. E se às vezes não depende de mim e não o consigo evitar. Outras tantas falho porque sim. Porque estou cansada. Porque não me apetece sair de casa. Porque me dói a pestana. Qualquer coisa estúpida. Também tenho fases em que me enfio em casa e desapareço para o mundo. Não quero nem saber. Preciso de estar sozinha e pronto. E lá está. Depois vem a culpa. Adiante. Esta semana falhei com a Teresa. Porque ficámos de almoçar antes dela ir para portugal e eu falhei. E com a Teresa a culpa é a triplicar. Porque ela nunca me julga. Nem nas fases em que eu me finjo de morta e não digo nada durante semanas. Por isso, desculpa Tere. Vai. Goza muito. E obriga toda a gente a mimar-te. E volta rápido para nós.

sexta-feira, 31 de maio de 2013

Suazilândia

Hoje vamos para a "suiça africana" (whatever that means). Tem árvores e montanhas. Deve ser isso. Vamos para o festival que fomos o ano passado. O bushfire. É o primavera sounds cá do sítio. Mas em modo africano. Pronto. Diz que vai ser uma animação. 'Bora lá então.

quarta-feira, 29 de maio de 2013

O novo acordo ortográfico

É estúpido. Só isso. E também me faz perder tempo. E eu sei que devia ser toda moderninha e aderir à coisa. Mas não consigo. Porque, De cada vez que leio o antigo "pára", agora "para" tenho de voltar atrás na frase. Não faz sentido nenhum.

terça-feira, 28 de maio de 2013

A próxima pessoa

Que me disser que ser arquitecta é "fazer  uns desenhinhos" apanha na tromba. Eu estou a fazer um mapa de quantidades de um projecto de um hotel gigantesco. O que quer dizer que estou a contar e medir tuuuuuuudo o que se projectou. Cada torneira. Cada tomada. Cada parafuso. Pois!

segunda-feira, 27 de maio de 2013

As festas de anos dos putos

Eu ainda sou do tempo em que as festas de miúdos eram coisas controladas. Convidavam-se meia dúzia de amiguinhos da escola. Juntava-se os primos, tios e avós. As festinhas eram em casa. Tínhamos direito a pão de leite com fiambre. Mousse de chocolate e gelatina. Muitos rebuçados flocos de neve. E mais aqueles típicos de fruta ou sugus. Havia salame de chocolate. O bolo era de laranja ou chocolate, enfeitado com pintarolas. Tudo feito em casa. Na loucura, às vezes tínhamos copos e guardanapos temáticos. E pronto. Hoje em dia, pelo que vejo na internet em Portugal, e pelo que ouço aqui, a coisa está a chegar a um nível muito elevado. Tipo casamento. Os bolos são obras de arte. Os convites são impressos em gráficas e em papel top. Envolve decoradores. Há palhaços. E até fogo-de-artifício. É a loucura. E se bem que as coisas ficam amorosas. Eu só consigo pensar que não percebo.  Mesmo. Porque, a sério, nós éramos muito felizes com muito menos.

Ainda não deu os bons dias

Nem nada disso. Simplesmente porque ainda não consegui parar de rir com a derrota de ontem do Benfica. Mais uma. Vou só ali rir-me mais um bocadinho e já volto.

sábado, 25 de maio de 2013

Deste fim de semana, que só agora está a começar

Depois da semana que passou. Em que fiz anos. E em que estive deprimida. Porque estar longe nestas alturas, custa. Estou aqui na piscina. Com amigos e um livro. E com o sol. Um sol que não é o de verão. Não é tão quente, nem tão abrasador. É mais dourado e mais suave. E que eu prefiro. Este sol e esta ligeira brisa do mar já fazem valer este dia a pena.

terça-feira, 21 de maio de 2013

Birthday girl

Amanhã faço anos. E isso até me devia deixar contente, certo?! Só que já estou com uma tromba de metro e meio. Porque cheguei a casa e não há água. Ai e tal que a bomba está avariada. E como não há abastecimento de água contínuo, é certinho que amanhã também não temos. Prevê-se um dia de anos mal cheiroso e de cabelo oleoso. Giiiiiiro!

segunda-feira, 20 de maio de 2013

domingo, 19 de maio de 2013

sexta-feira, 17 de maio de 2013

Welcome to Maputo


Vida exótica

Memo: Joana e Teresa, não me esqueci. Este ano vamos fazer uma corrida de avestruz! Não pensem que se escapam. 

quarta-feira, 15 de maio de 2013

Constatação

O meu cabeleireiro diz que não. Que é preconceito meu. Mas eu não acredito nele. Cortar o cabelo à navalha traz-me mais cabelos espigados. Ou ele passa a pegar numa tesoura, ou vou ser obrigada a terminar esta relação.

Good morning!


terça-feira, 14 de maio de 2013

Sinto-me tão idosa

De amanhã a uma semana faço 28 anos. Traaaaaanse!